Foi você quando eu passei a ouvir as músicas da banda que te agradava. Foi você quando eu olhei para trás ao dizer o último adeus. Foi você quando fui dormir tarde da noite. Foi você quando nada parecia fazer sentido. E ainda é você.

— 500 Days of Summer
Home Profile Tumblr Ask me Meus Textos

"Muitas pessoas ficaram pra trás, outras tantas deixei passar. Não sei de que lado você está. Bem. A vida segue, não sei como, mas é confortável pensar assim. Talvez eu esteja desafiando alguma lei da física, mas já tenho saudade de um futuro que não viverei. São as estradas da vida. Só se pode seguir uma delas, sem nunca saber como seriam as outras. Acontece assim também com alguns amores."


1273 notes / Há 3 semanas / REBLOG

"Um dia a minha avó me disse que quando a gente ama, só quer fazer o outro se sentir bem. Por isso, ela não implicava com a estranha mania do vovô de deixar gavetas abertas. Ela simplesmente as fechava."


763 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Era isso que eu queria: reações. Agora sim ela parece a minha garota. Bufando, me mandando ir embora, chorando de amor e ódio, cheia de ciúme, vibrando, pulsando, me jogando coisas, as sobrancelhas circunflexas, aquela veiazinha saltando nas têmporas. Enfim, é assim que eu gosto de vê-la: sentindo. Hoje é ira e desprezo. Amanhã é paixão e carinho. Quem é capaz de explodir de raiva, também é capaz de explodir de amor."


11640 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Quem gosta de você vai te tratar bem. Quem gosta de você se importa, quer o melhor, te procura, te liga, te dá satisfação. Quem gosta quer estar junto. Quem gosta demonstra. Quem gosta faz planos. Quem gosta apresenta para a família e amigos. Quem gosta manda uma mensagem bobinha só pra dizer que ama. Quem gosta carrega uma foto sua dentro da carteira pra ver quando dá saudade. Quem gosta abraça na hora de dormir. Quem gosta dá um beijo de boa noite e de bom dia. Quem gosta aguenta suas reclamações, sua cólica infernal, suas manhas e manias."


31590 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Com você era tudo tão bom. Nada forçado, nada planejado, as coisas só aconteciam como tinham que ser. Sem precisar fingir ser uma coisa que não é, sem necessidade de ficar procurando assunto, sem mentiras. Até ficar em silêncio com você era bom, era agradável."


10880 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Você é um tipo de droga que eu me viciaria fácil. Seu jeito, teus gostos, suas músicas, tudo tão fascinante. Me ensine a não gostar, a não me apaixonar, a não me viciar em você. Me ensine a não querer um nós. Você é um alucinógeno, capaz de atuar sobre o meu sistema nervoso de uma forma ainda não muito bem conhecida. Daqueles que fazem bem mas que tem seus efeitos colaterais. E quando o efeito passa eu morro, morro por não ter você, morro por te querer demais, morro por não saber como me desligar de você. Mas ainda não criaram tratamento em nenhum centro de recuperação para “viciados” que cure essa abstinência minha por você."


2963 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Fazer de conta que nada aconteceu? Isso não é comigo, me feriu, me magoou, me quebrou por dentro. Não vou esquecer, amor não pode ser construído na base do esquecimento de erros absurdos."


26628 notes / Há 1 mês / REBLOG

"Certos namorados brigam dia sim, dia não. Na sexta se amam, no sábado se odeiam, no domingo fazem as pazes, na segunda prometem nunca mais se ver. São amores movido à adrenalina, que rendem bons versos e letras de música. Muito destes casais conseguem chegar ao altar e continuam entre tapas e beijos até as bodas de ouro. Brigam e voltam tantas, mas tantas vezes, que na verdade nunca chegam a se separar. Deixe que digam, que pensem, que falem. O amor é lindo."


44862 notes / Há 2 meses / REBLOG

"Como minha mãe sempre diz: Sempre que estiver tendo um dia ruim, alguém lá fora está tendo um dia pior ainda, então pare e se concentre nas coisas boas."


50265 notes / Há 2 meses / REBLOG

"Você é um idiota e eu te odeio. Odeio quando eu quero que você faça uma coisa e você faz completamente outra. Odeio quando você não me dá atenção e parece estar ocupado demais pra mim. E eu odeio mais ainda ter que fazer alguma coisa pra que você perceba que eu preciso de mais atenção. Odeio ficar com saudades de você. Odeio ficar carente de você. Odeio quando você não percebe as coisas erradas que faz. Odeio quando você não corre atrás de mim. Odeio quando você não percebe as indiretas que eu dou, e odeio ainda mais quando eu preciso te dar alguma indireta. Odeio quando você fica todo cheio de intimidades com suas amigas, e odeio mais ainda quando elas ficam achando que tem o direito de ficar de intimidade com você. Odeio quando você fica estranho e não me diz o porque. Odeio quando você fica distante, parecendo estar com a cabeça em outro lugar. Odeio a impressão que você passa de, ás vezes, não fazer questão de mim ou da minha presença. Odeio ainda mais essa minha sensação idiota, masoquista e estúpida de estar te perdendo. Meu medo de te perder. Odeio sentir ciúmes de você. Odeio demais. Odeio essa sua mania de não demonstrar o que sente por mim em público. Odeio quando você me dá motivos pra pensar besteira (por mais louca que seja). Odeio pensar que talvez, só talvez, você não tenha só a mim. Ou não queira mostras as pessoas que você me tem. Odeio quando você dá a impressão de não querer mostrar pra ninguém que eu também te tenho. Odeio imaginar você com outras garotas, e me odeio mais ainda por imaginar essas coisas. Odeio prestar atenção em cada detalhe seu, e ás vezes ficar triste por esses detalhes. Odeio quando eu crio expectativas demais em cima de você. Odeio quando eu quero não me importar e deixar pra lá, mas simplesmente não consigo. Odeio quando eu tento te esquecer por 1 minuto, mas você continua na minha cabeça à cada segundo. Eu odeio qualquer coisa e qualquer pessoa que possa, pela mínima chance que seja, te tirar de mim. Odeio as nossas brigas sem sentido. Mas eu odeio mais ainda, ter motivos pra brigar com você. Odeio me sentir insegura, como se à qualquer momento você pudesse me deixar. Aliás, eu odeio quando você me deixa, por menor que seja o tempo. Odeio ter a sensação às vezes de que você quer ir, quando tudo que eu mais quero é te fazer ficar. Odeio quando tudo tá bem, e por um vacilo seu de 5 segundos, de repente já está tudo mal. Odeio saber que você tem meu coração, e que no momento que quiser, pode quebrá-lo. Odeio essa lista idiota de (quase) todas as coisas que eu odeio em você. Mas o que eu odeio mesmo, é não conseguir te odiar. Odeio saber que, eu posso fazer mil listas dessas mas no fim não vai adiantar nada… Porque a verdade é que eu não odeio nada disso. Tenho raiva (às vezes muita raiva), é verdade. Mas eu não consigo te odiar. Porque eu posso ter mil motivos pra odiar você… Mas eu tenho um milhão deles pra te amar."


5516 notes / Há 2 meses / REBLOG
Página 1 de 53 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 »